Arquivo do autor:hugobci

A distância mais divertida entre dois pontos…

Ontem resolvi fazer um caminho mais interessante até o trabalho e aproveitar pra testar o meu ciclocomputador novo. Não é nenhuma brastemp dos ciclocomputadores como é o da LG, mas faz o serviço (com um visor pífio, mas faz).

Resolvi que o caminho seria longo, porém fácil: segui a avenida que percorre a margem de um rio que sai daqui perto de casa (que, vergonha minha, não sei o nome), e vai até São Paulo, onde cai no Rio Tamaduateí, que carrega em suas marginais a Av. do Estado, que no ABC, chama-se Avenida dos Estados. De lá pedalei até o trablho, em Santo André, ainda na avenida do estado.

Passeio recomendado!!

Percurso:

Av. Lauro Gomes em São Bernardo no Campo, siga-a até a avenida do Estado (só pra constar, ambas avenidas mudam de nomes em vários trechos, nas várias cidades, mas é só seguir um rio até chegar no outro, não tem erro, mesmo sem bússola ou GPS!).

Tempo do passeio – 1h00min36s

Distância – 22,11 km

Velocidade Máxima – 38,8 km/h

Velocidade Média – 21,9 km/h

Trilha sonora

SOIL (texto retirado do site last.fm)
SOiL é uma banda originária de Chicago, Illinois.
Criada em 1997, é uma banda de Metal Alternativo, Hard Rock, que surgiu com o resultado da fusão de duas outras bandas, Broken Hope e Oppressor.

GODSMACK
Não sei nada sobre essa banda, mas o som muito me agrada! Ajuda a manter um ritmo forte!

Anúncios

A morte…

tirinha743

tirinha744

Floriamotolis

sopro-divino

Essa foi a primeira vez que eu tirei férias pra passear. E foi tudo muito maravilhoso. Aprendi muita coisa em muitos lugares mais belos do que a minha fraca imaginação poderia desenhar, e fui tudo muito melhor com a LG, ela é a companheira ideal: entende de muita coisa e sabe sempre achar coisas e lugares maravilhosos, sou muito sortudo por ter essa companhia fantástica.

Eu nunca fui muito ligado em motos ou carros, pra se ter uma idéia, guidão e volante na minha vida só na auto-escola. habilitei-me mais por insistência de meu pai, e mesmo a CG azul que derrubei algumas vezes para desespero do instrutor, não me chamaram atenção. Até que um dia uns tempos depois, um colega deixou sua CG comigo pois passaria alguns meses no Amazonas.

Foi o suficiente pra eu querer uma moto. Por uns tempos fui meio-dono de uma twister, e peguei a estrada pela primeira vez. Descobri ali uma emoção nova em minha vida: Paz. Uma paz que vinha de mim mesmo, neste momento de solidão cortando o vento com o corpo. Incrível que um veículo onde você fica do lado de fora, te faz ficar do lado de dentro de si mesmo. Até o caminho fica mais bonito. E ainda por cima, parece que andar de moto, ainda mais em rodovia, não tem lógica! É desconfortável, perigoso de várias maneiras, frágil. Irracional. Paixão.
E Florianópolis é um lugar maravilhoso. E nem fiquei chateado de me molhar todo nas chuvas de verão que atacam a ilha o tempo todo. Fazer trilha embaixo de chuva foi fantástico! Senti que a vida é muito real lá, coisa que não se sente no dia-a-dia por aqui, com papel bits, bytes, etc…

Palestina

Apostolos, a série

Apostolos, a série

Acho que essa tirinha acima resume bem o que é religião, do ponto de vista político. Será que a humanidade está fadada a tentar destruir tudo que é diferente de si mesma? Até sobrar apenas uma tribo na face deste planeta? E aí então essa tribo dá conta de acabar com si mesma?

Só pode haver um?

E não bastasse as guerras, ainda temos os impostos e as leis e regras arbitrárias que massacram cada vez mais nossas rotinas, minando nossa força de vontade?

E, mesmo assim, contraditoriamente, há de se ter fé na humanidade!

Ano novo, e em breve, férias

Chuva

Domingo andamos de bike por uns 15 km. Caminho legal, plano, margeando um rio. Estava anoitecendo e o céu apresentava uma coloração laranja magnífica. Depois de algum tempo pedalando chegamos a um ponto onde um agente de trânsito desviava o fluxo pra dentro de um bairro. A rua havia virado um grande lamaçal, e as ruas do bairro por onde passávamos também estavam com bastante lama. Mas, chegamos ao nosso destino e voltamos de lá numa boa, sem chuva. No dia seguinte eu vi em jornais fotos chocantes dos estragos causados pela chuva no bairro do outro lado do rio, bairro pobre. Muito triste isso. Os pobres se ferram mais até das ações do tempo.

Hoje andando de moto num sol maravilhoso, calorzão, de repente, olho a rua à frente um efeito bem legal… parecia que saía fumaça do chão… Reduzi e fui olhando, demorei alguns segundos pra imaginar o que fosse aquilo. A resposta veio em pingos, entrei na chuva e segui o caminho. O problema foi quando subi uma ponte. A Ponte estava alagada! A rua do lado, num nível bem mais baixo, estava limpa, e a ponte alagada! Cada coisa! Claro que não faltou um espírito de porco que esperou eu entrar na área alagada e acelerou o carro loucamente só pra ver a água voando pra cima de mim. Faz parte. Mas essa água é suja e fede. Mereço um banho de água limpa agora!

A complexidade das coisas

Tudo e qualquer coisa que o ser humano faz, é tão complexo que exige-se uma iniciação ao assunto pra solução de um problema aparentemente simples, até que você procure a solução.

Precisa de um parafuso? Saiba, que, se você for procurar o assunto vai descobrir que existem inúmeros tipos de parafusos, e há de se saber qual deve ser o modelo com as características mais indicadas para sua aplicação.

Quer tirar uma foto? É só clicar. Ou…. Você pode ajustar ISO, abertura, obturador, saturação, exposição….

Quer comprar um tênis para caminhada? Tem a tecnologia que alivia a carga disso, o material especial que faz o amortecimento daquilo…

Quer conversar com outro ser humano? Xíiiiii aí é que complica mesmo! Isso, porque, dizem, somos todo iguais. Iguais a quem, afinal?

 

Feliz Natal!

Feliz Natal!