Arquivo da tag: rodovia

Chuva…

Hoje choveu.

Nenhuma novidade no ABC Paulista, mas hoje foi uma chuva diferente. Precisamos ir à Campinas pela manhã e a chuva estava mais forte para aqueles lados. Isso é digno de nota… somente em raras ocasiões o tempo feio vem do interior do Estado para cá.

Fui atendida na Unicamp por uma funcionária que estava de péssimo humor e na volta para Bernardo city, com os pés e mãos encharcados, água no capacete e passando frio, lembrei-me de que hoje é terça-feira! Afinal eu virei o ano, fiquei mais velha, tirei férias, mas as terças-feiras continuam assombradas!

Bem…. são coisas da vida. Cada um com os seus desafios e os meus atualmente são aprender a conviver com a chuva e com as terças-feiras. Eu incluiria a burocracia nessa lista, no entanto, acredito que ninguém deveria se acostumar com as insanidades burocráticas.

Por sorte, mesmo às terças-feiras, o HB está sempre lá … me levou pra almoçar no Mercado Municipal de Sampa hoje, e foi uma passeio delicioso pra uma terça-feira chuvosa antes do trabalho!

Agora, só pra finalizar, a lição do dia: quando você estiver dirigindo um carro ou caminhãona estrada, por favor acenda os faróis quando chover. Isso facilita muito a vida de outros motoristas e especialmente a de motociclistas que recebem a água diretamente no capacete e não possuem limpador de parabrisas. 😉

Floriamotolis

sopro-divino

Essa foi a primeira vez que eu tirei férias pra passear. E foi tudo muito maravilhoso. Aprendi muita coisa em muitos lugares mais belos do que a minha fraca imaginação poderia desenhar, e fui tudo muito melhor com a LG, ela é a companheira ideal: entende de muita coisa e sabe sempre achar coisas e lugares maravilhosos, sou muito sortudo por ter essa companhia fantástica.

Eu nunca fui muito ligado em motos ou carros, pra se ter uma idéia, guidão e volante na minha vida só na auto-escola. habilitei-me mais por insistência de meu pai, e mesmo a CG azul que derrubei algumas vezes para desespero do instrutor, não me chamaram atenção. Até que um dia uns tempos depois, um colega deixou sua CG comigo pois passaria alguns meses no Amazonas.

Foi o suficiente pra eu querer uma moto. Por uns tempos fui meio-dono de uma twister, e peguei a estrada pela primeira vez. Descobri ali uma emoção nova em minha vida: Paz. Uma paz que vinha de mim mesmo, neste momento de solidão cortando o vento com o corpo. Incrível que um veículo onde você fica do lado de fora, te faz ficar do lado de dentro de si mesmo. Até o caminho fica mais bonito. E ainda por cima, parece que andar de moto, ainda mais em rodovia, não tem lógica! É desconfortável, perigoso de várias maneiras, frágil. Irracional. Paixão.
E Florianópolis é um lugar maravilhoso. E nem fiquei chateado de me molhar todo nas chuvas de verão que atacam a ilha o tempo todo. Fazer trilha embaixo de chuva foi fantástico! Senti que a vida é muito real lá, coisa que não se sente no dia-a-dia por aqui, com papel bits, bytes, etc…